TERCEIRA SEMANA DE DESENVOLVIMENTO

Existem alguns acontecimentos que são característicos dessa semana, primeiramente os citarei e então discorreremos melhor sobre cada assunto.

* Gastrulação: Formação das camadas germinativas

* Neurulação: Formação do tubo neural

* Desenvolvimento dos somitos

* Desenvolvimento inicial do sistema cardiovascular

* Desenvolvimento das vilosidades coriônicas

Primeiramente vamos discutir um pouco sobre gastrulação, e entender como são formados os 3 folhetos embrionários.

Gastrulação consiste na transformação da blástula em gástrula, é uma fase em que ocorre intensa migração celular através da linha primitiva, que é um conjunto de células do epiblasto (lembra-se daquele conjunto de células do embrioblasto que formou a cavidade amniótica?) que migram para um plano mediano posterior e avançam em rumo cefálico, essa linha primitiva possui um sulco chamado sulco primitivo através do qual as células migraram, e também possui um nó chamado nó primitivo na parte cefálica do embrião, essa linha é importante pois regride de acordo com a formação da notocorda e também a partir desta podemos passar a denominar os eixos corporais. A formação dos três folhetos embrionários tem início com a migração de células do epiblasto que migram e intercalam-se com células do hipoblasto e então passam a constituir ENDODERME, após isso, células da fenda primitiva se põem entre a endoderme recém formada e uma camada mais exterior de células do epiblasto e passam a constituir a MESODERME que acabam por se conectar com a mesoderme extra-embrionária, e por fim as células que permaneceram no epiblasto constituem a chamada ECTODERME. Importante ressaltar que defeitos nesse estágio de desenvolvimento podem causar resultados desastrosos, pois trata-se de um importante passo evolutivo do embrião.

Após a formação dos 3 folhetos embrionários, tem início a neurulação, que é a transformação da gástrula em nêurula, estrutura que apresenta os primórdios do sistema nervoso. Primeiramente há a formação da notocorda, que é a precursora da coluna vertebral, ela se forma a partir de células da ectoderme que migram até alcançarem a placa pré-cordal (que dará origem a boca posteriormente) aonde se agrupam e formam a notocorda, a formação da notocorda induz a formação da placa neural que se dá da seguinte forma: células as ectoderme (aonde havia o sulco primitivo) se alargam dando origem à placa neural, essa por sua vez se invagina para dentro da mesoderme formando a goteira neural que possui em sua estrutura pregas, as células das pregas neurais possuem actina e miosina o que as aproxima até que se fundem dando origem ao tubo neural que é o precursor do SNC. Defeitos nessa fase de desenvolvimento podem ocasionar falha na formação da coluna vertebral e da abóbada craniana e do encéfalo.

A partir daí a mesoderme então sofre diferenciações e diferentes denominações, a mesoderme que permanece ao lado do tubo neural é chamada de mesoderme paraxial que formará os somitos, a lateral a essa é chamada de mesoderme intermediária que dará origem ao sistema uro-genital, e a mais afastada do tubo neural é chamada de mesoderme lateral que dará origem a parede do corpo e derme, dividindo-se ainda na que está em contato com a ectoderme (somatopleura) e a que esta em contato com a endoderme (esplancnopleura). Então tem início a formação dos somitos, que se originam da mesoderme paraxial e ficam ao lado da notocorda, darão origem aos ossos, músculos e derme do dorso, o primeiro par se forma após 20 dias e após isso 3 novos pares se formam a cada 24 horas, baseando-se nisso se pode ter noção da idade do embrião pela contagem dos somitos.

Agora falta comentar que na terceira semana de desenvolvimento se inicia o sistema vascular do embrião, que tem início a partir de células da endoderme que se diferenciam excitadas pelo fator FGF-2 que formam então pequenas ilhotas sanguíneas, estas ilhotas recebendo fatores de crescimento adequados, se diferenciam sendo que as mais internas formam células tronco sanguíneas e as mais periféricas formam células endoteliais.

Assim tem fim a terceira semana e inicia-se a quarta semana de desenvolvimento embrionário.

Fonte: Antações feitas em aula/ http://pucrs.campus2.br/~gilda/embriolo_huma/terceisemadesembrio.ppt

Achei essa aula interessante por perceber que essa é uma fase mais importante e complexa pela qual o embrião passa durane seu desenvolvimento, me fascinei pelas correlações clínicas decorrentes de erros em pequenas células que posteriormente terão consequências enormes, o conteúdo foi muito em abordado.

Galeria de Imagens:

~ por seikienokawa em outubro 7, 2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: