Aula teórica sobre gestação múltipla

gemeos Nessa aula aprendemos a conceituar o que caracteriza uma gravidez múltipla (presença de dois ou mais conceptos no mesmo útero ao mesmo tempo), aprendemos que eles podem ser mono ou dizigóticos (monozigóticos – um espermatozóide fecunda um ovócito e então em algum período ele se divide e dá origem a duas pessoas com sexo igual e tipo sanguíneo igual; dizigóticos – dois espermatozóides diferentes fecundam dois óvulos diferentes e nascem 2 irmãos que podem ou não ter sexo iguais e podem ou não ter tipos sanguíneos iguais) e que é muito mais comum nascerem gêmeos dizigóticos (segundo o Moore cerca de 2/3 das gestações gemelares são de gêmeos dizigóticos) e a incidência desses gêmeos aumentam com o aumento da idade materna e variam com a raça, já com relação aos gêmeos monozigóticos, pouco se varia na incidência por raças e com o avanço da idade materna.

Uma coisa que achei bem chamativa durante a aula foi a classificação dos gêmeos monozigóticos, pois isso tem bastante correlação clínica, por exemplo quanto mais tardia a divisão maior os riscos de se acontecerem más formações, pois mais diferenciadas estão as células, (uma divisão após o décimo terceiro dia geralmente resulta em casos de gêmeos siameses por uma divisão incompleta do disco embrionário).

Também aprendemos que os anexos embrionários como a placenta, o amnio e o córion podem ser separados ou divididos pelos gêmeos monozigóticos, e que geralmente são separados nos dizigóticos (o que podem se unir são as placentas nesse caso).

Aprendemos também que uma gravidez múltipla envolve diversos riscos não apenas para os fetos, mas para a mãe também, por exemplo, a mãe sofrerá com mais enjôos, pode sofrer anemia, presença de varizes, o aumento de peso é mais considerável, e para os fetos há risco de ocorrer por exemplo transfusão de sangue de um feto para outro através de anastomoses dos vasos placentários, o que faz com que um bebê nasça com anemia e o outro policitêmico, há maior risco de óbito intra uterino também, risco de prematuridade e de má formações.

Achei a aula interessante me fez pensar e ir atrás de informações em livros texto para poder compreender melhor o assunto, principalmente as divisões entre os monozigóticos.

~ por seikienokawa em novembro 25, 2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: